Imagem Principal
Imagem
A sujeira política nos Lagos
A sujeira política nos Lagos
Foto do autor Painel Painel
Por: Painel Data da Publicação: 09 de fevereiro de 2024FacebookTwitterInstagram
Foto: Reprodução

Nesta temporada de veraneio, a presença da Região dos Lagos não é de exaltação aos seus valores naturais ou de busca de soluções para o ordenamento urbano-rodoviário. A Região dos Lagos está revelando um "mar de lama" nascente em gabinetes políticos e administrativos.

O fato mais assombroso envolve a rica Prefeitura de Maricá, com o agravante de que as notícias de corrupção envolvem um hospital construído e dotado de uma estátua do guerrilheiro Che Guevara, mote na defesa de seus ideais. 

O primeiro escândalo da temporada começou na gestão de Saquarema, afetando a imagem da Prefeita Manoela Perez, que agasalhou parentes em empresas fajutas e, por isso, estão prestando contas à Justiça. Ela é esposa de ex-prefeito e chegou ao cargo após a projeção alcançada, em Araruama, pela Prefeita Lívia, esposa do ex-prefeito Chiquinho do Atacadão 

O feminismo também conduziu a uma prefeitura, outra novidade política com a ascensão de uma mulher para substituir o falecido José Bonifácio Novelino, sem a firmeza do seu antecessor. 

Os escândalos já vinham sendo apurados em Casimiro de Abreu e em Silva Jardim,  numa escala menor. Mas os fatos mais graves mereceram projeção negativa para Maricá, envolvendo atos ocorridos na primeira gestão de Washington Qua-quá, que pretende liderar toda a Região Leste. Há dúvidas se ele nasceu em Niterói ou em São Gonçalo. Já penalizado em duas ações judiciais anteriores, o vice-presidente nacional do PT não foi apontado com qualquer irresponsabilidade na questão das obras do Hospital Che Guevara. 

ELEIÇÃO EM BÚZIOS

Embora as eleições municipais em todo o país só venham a ocorrer em outubro próximo, os eleitores de Armação de Búzios serão chamados às urnas para uma eleição suplementar.

O Prefeito Alexandre Martins foi cassado pela Justiça Eleitoral investigado por abuso do poder econômico. O TRE, anteriormente, cassara o mandato dele e do vice-prefeito Miguel Pereira. Este é pai de Rafael Aguiar, que assumiu interinamente e previu para 9 de junho a realização de eleição suplementar por decisão do TRE. 

Igual perturbação aconteceu no mandato anterior com alternância entre o titular, André e o vice Henrique Gomes.

DOMÍNIO POLÍTICO

É impressionante a aceitação do eleitorado da Região aos esquemas políticos liderados por ocupantes de cargos de Prefeito. Washington Qua-quá conta, na Assembléia, com a ex-exposa Zeidan, detendo um mandato e o filho do casal também foi premiado.

Com o prestígio da sua primeira administração, Qua-quá apoiou o prefeito de  Itaboraí, Marcelo Dellaroli, como também elegeu e reelegeu o jovem Fabiano Horta, em Maricá.

CORTANDO CABEÇAS 

O aniquilamento completo do bolsonarismo está sendo cumprido tenazmente.

Para evitar que ele busque refúgio no exterior, como fazem os cassados, o ex-Presidente Jair Bolsonaro está impedido de viajar para o exterior: seu passaporte foi apreendido no escritório por ele mantido na sede do PL, em Brasília, vedando seus possíveis contatos na Argentina, com Javier Millei e com Donald Trump, nos EUA.

Mais dura foi a operação de ontem, quando foram alvos de mandados de busca e de apreensões, os generais Braga Neto, Augusto Heleno, Estevão Theophilo Gaspar de Oliveira, almirante Garnier. o delegado federal Anderson Torres e o presidente do PL, Valdemar da Costa Netto, além de atos de prisões de outros acusados de participação em ações e em planos golpistas. 

DE OLHO NAS URNAS

Já o Presidente Lula deixou claro o seu temor diante de radicalização direitista nas eleições municipais do próximo ano, que terão importância para a definição sucessória nacional de 2026.

Deixando evidente sua próxima candidatura presidencial, Lula decidiu reunir-se com  os governantes bolsonaristas de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, ao mesmo  tempo que dará importância à divulgação do Plano de Ação Comunitária, inclusive programando inauguração de obras a serem apressadas.  

No cenário político nacional, o único nome bolsonarista de expressão para provável disputa com Lula é o governador de São Paulo, com quem tem ampliado as ações de relacionamento governamental.

MUDANÇA DE HÁBITO 

Nos anos 1980 e 90, Niterói ficava vazia no Carnaval, principalmente Icaraí, São Francisco, São Domingos, Ingá. Passava-se o Carnaval fora. As cidades preferidas eram Cabo Frio, Araruama, Nova Friburgo e Teresópolis. Com a explosão da indústria automobilística, as estradas superlotaram e muitas cidades turísticas caíram nas mãos da especulação imobiliária. Estradas engarrafadas, cidades com superlotação foram suficientes para muitos niteroienses preferirem passar o Carnaval por aqui mesmo. Mesmo assim, enfrentando congestionamentos e superlotação em praias como Itaipu, Prainha de Piratininga e Itacoatiara.

CALÇADAS ESBURACADAS 

A manutenção das calçadas é responsabilidade da população e não da prefeitura. Os pedestres de Niterói têm padecido enfrentando a buraqueira nas calçadas, onde a todo momento idosos levam tombos, e carrinhos de criança ficam "atolados" em fendas e rachaduras. E botam a culpa na prefeitura. Injustamente.

BREU NA PRAIA DE ICARAÍ 

Mesmo com a troca de lâmpadas no calçadão da Praia de Icaraí, a faixa de areia próxima ao mar continua totalmente às escuras. Quem gosta de caminhar à beira-mar tem que torcer para não tropeçar ou até mesmo ser assaltado. Um contraste com a Praia de Copacabana, por exemplo, onde a iluminação potente transforma noite em dia, inclusive mar adentro.

Relacionadas