Imagem Principal
Imagem
Professores das universidades federais votam pelo fim da greve no dia 26
Data limite para total fim da paralisação é 3 de julho
Professores das universidades federais votam pelo fim da greve no dia 26
Foto do autor A Tribuna A Tribuna
Por: A Tribuna Data da Publicação: 23 de junho de 2024FacebookTwitterInstagram
Foto: Eline Luz/ANDES-SN

O Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES) anunciou, neste domingo (23), que o fim da greve da categoria está prevista para o dia 26 de junho.

“Reunido em Brasília neste fim de semana, o Comando Nacional de Greve da Greve Docente Federal informa que, finalizada a sistematização dos resultados deliberados nas assembleias da base nos estados entre os dias 17 e 21 de junho, a categoria docente definiu pela assinatura do termo de acordo apresentado pelo governo, a ser realizada em 26 de junho, bem como pela saída unificada da greve a partir de tal data, até 3 de julho”, dizia o comunicado.

A greve dos funcionários administrativos das instituições de Edução dura desde 11 de março. Já os professores entraram em 15 de abril, e os da Universidade Federal Fluminense em 29 do mesmo mês.

Eles reivindicam a reestruturação das carreiras dos e das docentes e das técnicas e técnicos administrativos; recomposição salarial e pela data base; restauração do orçamento das Instituições Federais de Ensino; ampliação dos programas de assistência estudantil; revogação do novo ensino médio; melhoria das condições de trabalho; fim de assédios moral e sexual nas IFE; criação de condições efetivas que garantam a unificação entre ensino, pesquisa e extensão; revogação da Portaria MEC 983/2020; recomposição da força de trabalho por meio de concurso público; contra a PEC 32/2020 e qualquer outra contrarreforma administrativa que siga suas diretrizes; autonomia e democracia universitária; o fim da contribuição previdenciária de aposentados/as e pensionistas.

Na última quinta-feira (20), os professores da UFF votaram pela volta às atividades no dia 1 de julho. Porém, uma nova reunião está programada para a próxima quinta-feira (27), para avaliar se as reivindicações foram atendidas pelo Governo Federal. 

Já a dos funcionários administrativos ocorre na terça-feira (25).

Relacionadas