Imagem Principal
Imagem
Niterói se destaca no 'Disque Denúncia' dos carros por aplicativo
Niterói se destaca no 'Disque Denúncia' dos carros por aplicativo
Foto do autor Painel Painel
Por: Painel Data da Publicação: 10 de fevereiro de 2024FacebookTwitterInstagram
Foto: Reprodução

O governo do Estado criou, há dois meses, uma espécie de Disque Denúncia para os passageiros de carros por aplicativo que rodam alegando que o ar condicionado está "quebrado". E também os que cobram extra para ligar o ar condicionado, o que é mais ilegal ainda. Niterói se destaca com um grande volume de queixas já que proporcionalmente é uma das cidades que mais utiliza o serviço. A Secretaria do Consumidor determinou que carros com o ar pifado devem parar de trabalhar. O consumidor que flagrar rodando ou cobrando extra pode denunciar pelo WhatsApp (21) 93364848. O mau motorista pode ser expulso do sistema.

O MAR DE ITAIPUAÇU 

Os bombeiros já redobraram a atenção nas praias de Itaipuaçu e Jaconé, onde o mar é o mais violento e traiçoeiro do estado do Rio. No carnaval muita gente vai para essas praias, se distraem e acabam tragadas pelo mar impiedoso. Em muitos casos os afogamentos são fatais. Os bombeiros pedem que os banhistas evitem entrar, permanecendo na beirada, mas existem os mais distraídos e ousados que, muitas vezes, infelizmente, não voltam para casa. Em praias mais mansas a imprudência é etílica. Pessoas bebem muito álcool, mergulham e se afogam.

SE LIVRANDO DA ENEL

Aumenta cada vez mais a quantidade de prédios em Icaraí, Ingá, São Domingos, Santa Rosa e São Francisco que estão comprando ou alugando geradores para enfrentar os constantes apagões da Enel. O comércio nesses bairros tem buscado a mesma solução para não perder clientes ou, em caso de alimentos, levar enormes prejuízos. Na Região Oceânica, condomínios também tem apelado para os geradores porque ninguém suporta mais ficar horas sem energia.

BARCAS CHEIAS 

As barcas Rio-Niterói tem andado mais cheias por uma razão não muito louvável. Os crônicos engarrafamentos na ponte tem feito muita gente desistir de atravessar de ônibus ou de carro. O problema é que as estações das barcas são quentes, navegam devagar (para economizar combustível) e os horários entre uma e outra são muito espaçados.

ALERJ 

Entre os parlamentos estaduais, a Alerj ficou em primeiro lugar no ranking da Social Media Gov, que avalia instituições públicas que obtiveram mais interações nas redes sociais, no ano passado. Sob a administração do presidente Rodrigo Bacellar (União Brasil), o parlamento fluminense adotou diferentes medidas para dinamizar as redes da Alerj. De acordo com o diretor de Comunicação da assembleia, Alexandre Bastos, haverá inovações, também para este ano: vem aí um novo site. 

ABSTENÇÃO

Durante a votação pela permanência da deputada Lucinha (PSD), uma das ausências mais notadas, nos bastidores da Alerj, foi a do deputado Renato Machado (PT). Réu em processo de desvio de dinheiro público, o representante de Maricá não deu as caras e nem votou. Comenta-se que ele é o próximo a ser julgado pelos seus pares. Na última quarta (7), a Justiça acatou denúncia do MP contra o parlamentar e outras nove pessoas, por crimes como falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, corrupção (passiva e ativa), peculado e associação criminosa, por causa de supostos desvios públicos na construção do Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara. Pelas redes sociais, Machado justificou a ausência. "Por problemas técnicos não consegui computar meu voto pela manutenção do mandato da Deputada Lucinha", ressaltou. 

ELEITOREIRO

Em reunião com a equipe de governo no Palácio do Planalto, dois dias antes de a comissão especial da Câmara dos Deputados aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 15 - a chamada PEC das Bondades - o então presidente Jair Bolsonaro admitiu o caráter eleitoreiro da medida.

“A PEC das Bondades é necessária. Apesar de não ter sido feita para a eleição, não tem como não ganharmos a simpatia da população”, disse Bolsonaro ao abrir a reunião do dia 5 de julho de 2022, cujo registro em vídeo agora faz parte das investigações sobre a tentativa de golpe de Estado e abolição violenta do estado democrático de direito.

SOLUÇÃO

A 1ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso da Comarca da Capital determinou que o município do Rio, a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) e a Liga Independente da Série Ouro do Rio de Janeiro (LigaRJ) demonstrem, no prazo de seis horas (a partir das 13h de sexta, dia 9), que foram resolvidas irregularidades no sambódromo da cidade.

A decisão atende ao requerimento de medida de cumprimento de decisão antecipatória de tutela de urgência incidental encaminhado pela 1ª Promotoria de Tutela Coletiva da Infância e da Juventude da Capital do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ).

Relacionadas