Imagem Principal
Imagem
Niterói permanece em estágio de alerta máximo neste domingo
Cidade registrou no sábado maior volume de chuva, durante uma hora, desde o início da medição
Niterói permanece em estágio de alerta máximo neste domingo
Foto do autor Redação Redação
Por: Redação Data da Publicação: 14 de janeiro de 2024FacebookTwitterInstagram
Fotos: Divulgação/Pref Niterói

Niterói segue em estágio de alerta máximo, desde as 2h15 deste domingo, devido à previsão de chuvas moderadas a fortes. 

Na noite de sábado, a cidade atingiu o maior registro de chuva em uma hora, desde que a medição é feita pelo município. 

O temporal chegou a 120,2 milímetros, no período de uma hora, o que representa mais de 80% do volume esperado para todo o mês de janeiro. 

A Defesa Civil da Prefeitura de Niterói foi acionada até o momento para 14 ocorrências de deslizamentos. 

Não há registro de mortes nem de feridos graves na cidade No momento, há 21 pessoas desabrigadas e 43 desalojadas. 

Todas estão sendo atendidas por equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Há registros de deslizamentos de encosta e de desabamento de casas nas regiões do Boa Vista; Bonfim; Cavalão; São Francisco e Morro da Penha. Desde a noite de sábado foram acionadas oito sirenes: as do Morro do Estado; Morro da Penha; Boa Vista; Jurujuba; Cavalão; Preventório; Travessa Beltrão e Morro do Palácio. Moradores dessas áreas foram orientados a se deslocarem para pontos de apoio com ajuda de voluntários e lideranças dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs).

Ainda foram registrados 12 casos de queda de árvores, todas atendidas pelo Corpo de Bombeiros e por equipes da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconser).

“O maior registro de chuva em Niterói até este fim de semana era de 86 milímetros em uma hora, em fevereiro do ano passado. Neste sábado, o volume foi de mais de 120 milímetros, em uma hora. Foi muita água, em pouco tempo, com mais de 80% do volume esperado para todo o mês de janeiro. Mas os investimentos em contenção de encostas nos últimos anos na cidade amenizaram muito os impactos. Com certeza, essas intervenções salvaram vidas”, afirmou o coronel Walace Medeiros, secretário municipal de Defesa Civil e Geotecnia.

Numa escala comparativa, os municípios brasileiros adotam as seguintes medidas: chuva fraca, abaixo de 5,0 mm/h; chuva moderada, entre 5,0 e 25 mm/h; chuva forte, entre 25,1 e 50 mm/h; e chuva muito forte, acima de 50,0 mm/h.

Força-tarefa nas ruas

Neste domingo (14), uma força-tarefa com funcionários da Companhia de Limpeza Urbana de Niterói (Clin) e da Seconser está nas ruas da cidade para mitigar os efeitos do temporal. 

Da Clin, são 800 agentes, realizando serviços como varrição, retirada de lama, galhos e entulhos e lavagem, com o apoio de 70 equipamentos. 

Mais de 100 toneladas de resíduos já foram recolhidos. Já a Seconser atua com 100 funcionários para poda e desobstrução de ralos. Equipes da NitTrans também participam dando apoio às ações.

O Centro de Niterói e as regiões Norte, Sul e das praias da Baía foram as mais atingidas pela chuva que caiu sobre a cidade na noite de sábado e madrugada de domingo. 

Houve alagamentos em pontos da cidade, entre eles a Avenida Roberto Silveira, com transtornos para o trânsito.

As equipes técnicas da Defesa Civil permanecem mobilizadas e realizando vistorias nos locais em que há sinalização de risco.

A previsão meteorológica indica a continuidade da instabilidade, podendo ocorrer volumes moderados a fortes de chuva durante todo o domingo. 

A orientação da Prefeitura de Niterói é de que as pessoas sigam atentas aos alertas da Defesa Civil através das mídias sociais, SMS 40199, grupos de WhatsApp e pelo aplicativo ALERTA DCNIT. Em caso de emergência, devem acionar a Defesa Civil, através dos telefones 199 ou 2620-0199.

Clique aqui e receba mais notícias da sua cidade no Whatsapp. 
 

Relacionadas