Imagem Principal
Imagem
Bandidos matam policial do Bope e fecham vias expressas no Rio
Serviços públicos foram interrompidos, afetando os moradores da região
Bandidos matam policial do Bope e fecham vias expressas no Rio
Foto do autor Gabriel Ferreira Gabriel Ferreira
Por: Gabriel Ferreira Data da Publicação: 11 de junho de 2024FacebookTwitterInstagram
Foto: Reprodução/ Redes Sociais

A Avenida Brasil e as Linhas Vermelha e Amarela, três das principais vias expressas mais importantes da cidade do Rio, foram fechadas na manhã desta terça-feira (11), por criminosos durante uma ação da Polícia Militar nas comunidades da Maré, Vila dos Pinheiros, Vila do João, Timbau e Baixa do Sapateiro, todas na Zona Norte.

Entre as vítimas, está o policial do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), Jorge Galdino Cruz, morto durante o confronto. Além dele, duas pessoas morreram e outras três ficaram baleadas. 

O policial militar Rafael Dias está entre os atingidos. Ele foi levado para o Hospital Federal de Bonsucesso. O estado de saúde dele é considerado grave. Já os outros baleados são considerados suspeitos que atuavam juntamente com os traficantes.

Em represália, os bandidos usaram um caminhão e um ônibus para fechar a pista lateral da Avenida Brasil, sentido Centro. A condução, usada por eles, foi incendiada na altura de Manguinhos, próximo à Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), que emitiu um alerta pedindo para que os seus funcionários não deixassem as dependências da instituição.

De acordo com a Rio Ônibus, a ação foi criminosa.

O Centro de Operações do Rio (COR) informou que após a liberação das vias, o policiamento foi reforçado. No começo da tarde, o trânsito seguia intenso. Equipes da Comlurb realizaram a limpeza no local.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) colocou em ação um plano de contingência e emitiu um alerta para que os funcionários e colaboradores que estivessem dentro do prédio da instituição não saíssem das dependências.

Moradores não conseguem sair de casa

Houve troca de tiros e os moradores sequer conseguiram sair de casa. O objetivo da ação da PM era combater o roubo de veículos, algo comum na região.

Agentes do Batalhão de Rondas Especiais e Controle de Multidão (RECOM) e do Batalhão de Polícia em Vias Expressas (BPVE) foram deslocados para reforçar o policiamento na região. Os militares também desobstruíram as pistas das Linhas Amarela e Vermelha.

Até o momento, os policiais efetuaram a prisão de dois suspeitos e apreenderam uma pistola, três fuzis, materiais entorpecentes e veículos roubados foram recuperados.

Foto: Divulgação/ PMERJ
Foto: Divulgação/ PMERJ
Foto: Divulgação/ PMERJ

Escolas e postos de saúde fechados

Para A TRIBUNA, Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou o Centro Municipal de Saúde Vila do João e a Clínica da Família (CF) Adib Jatene, a CF Augusto Boal e a CF Jeremias Moraes da Silva acionaram o protocolo de acesso mais seguro e, para segurança de profissionais e usuários, interromperam o funcionamento nesta terça-feira (11). 

Já a CF Diniz Batista dos Santos mantém o atendimento à população. Apenas as atividades externas realizadas no território, como as visitas domiciliares, estão suspensas.

A Secretaria Municipal de Educação do Rio informou que 42 escolas do Complexo da Maré tiveram o funcionamento impactado. Já a Secretaria Estadual de Educação afirmou que duas escolas precisaram ser fechadas, prejudicando cerca de 900 estudantes do turno da manhã.

Relacionadas