Lula apela à ONU em prol de crianças palestinas e isralenses
Lula apela à ONU em prol de crianças palestinas e isralenses
Foto do autor Pedro Menezes Pedro Menezes
Por: Pedro Menezes Data da Publicação: 11 de Outubro de 2023FacebookTwitterInstagram
Foto: Agência Brasil

O presidente Lula (PT), se pronunciou pela primeira vez após a nova escalada dos conflitos entre Hamas e Israel, na Faixa de Gaza, iniciada no último sábado (7).

O chefe do executivo fez um apelo ao secretário-geral da ONU,  Antonio Guterres, e à comunidade internacional para que, juntos e com urgência, lancem mão de todos os recursos para pôr fim 'à mais grave violação aos direitos humanos no conflito no Oriente Médio'.

A nota diz que crianças jamais podem ser feitas de reféns, não importa em que lugar do mundo.

"É preciso que o Hamas liberte as crianças israelenses que foram sequestradas de suas famílias. É preciso que Israel cesse o bombardeio para que as crianças palestinas e suas mães deixem a Faixa de Gaza através da fronteira com o Egito. É preciso que haja um mínimo de humanidade na insanidade da guerra", escreveu Lula.

Vale ressaltar que mais de 50% das duas milhões de pessoas que moram na Faixa de Gaza é composta por menores de idade, sendo um dos locais com maior densidade populacional do planeta.

Por fim, o presidente Lula clamou por um cessar fogo.

"É urgente uma intervenção humanitária internacional. É urgente um cessar fogo em defesa das crianças israelenses e palestinas. O Brasil, na presidência provisória do Conselho de Segurança da ONU, se juntará aos esforços para que cesse de imediato e em definitivo o conflito. E continuará trabalhando pela promoção da paz e em defesa dos direitos humanos no mundo", concluiu.

Relacionadas