Imagem Principal
Imagem
Inverno será mais quente este ano
Apesar da expectativa de mais episódios de passagem de ar polar pelo país do que no ano passado, o inverno terá menos frio do que o normal até na Região Sul.
Inverno será mais quente este ano
Foto do autor LAM LAM
Por: LAM Data da Publicação: 21 de junho de 2024FacebookTwitterInstagram
Niterói RJ. Reprodução

A previsão do Climatempo é que este inverno iniciado ontem (20) terá temperaturas mais altas.

Um fator importante que vai contribuir para deixar o inverno 2024 menos frio do que poderia ser é que o oceano Atlântico na costa entre Santa Catarina e o Rio de Janeiro tende a se aquecer no decorrer da estação.

A temperatura vai ficar acima da média nos três meses do inverno nas capitais São Paulo, Rio de Janeiro e em Bel Horizonte. 

As quedas mais bruscas de temperatura No Sudeste deve ocorrer no fim do inverno, e agosto e em setembro, quando a frequência de passagem de massas de ar frio será maior.

A volta da La Niña 

A formação e gradual intensificação de um novo episódio do fenômeno La Niña terá influência no padrão de temperatura e de precipitação no decorrer do inverno 2024.

O inverno de 2023 foi marcado pelo fenômeno El Niño, um dos responsáveis pelas ondas de ondas vivenciadas pelo Brasil. 

Os anos de 2020, 2021 e 2022 foram influenciados por um La Niña.

No litoral de SP e RJ, chuvas menos frequentes do que o normal, mas que podem ser volumosas durante a passagem de frentes frias.

O tempo seco persiste em setembro, com volumes abaixo da média em todas as áreas. 

Na Grande SP, Grande Rio e Grande BH, volumes abaixo da média nos três meses. Ar muito seco, e mais seco do que em 2023.

Menos frio

O ar frio polar chega em algumas ocasiões em julho, principalmente sul e leste de SP, RJ, Zona da Mata mineira e sul do ES; no interior, o ar frio chega menos vezes em função dos bloqueios. 

Mesmo com o ar frio tendo resistência em avançar, há possibilidade de quedas acentuadas e ondas de frio sobre SP, MG e RJ, com maior risco de geadas comparado a 2023. 

O ar quente predomina, e muitos dias terão temperaturas acima da média. Setembro tende a ser muito quente e propenso a ondas de calor.

 

Relacionadas