IBGE: Inflação fecha setembro em 0,26%
Alta do combustível foi o principal fator do aumento
IBGE: Inflação fecha setembro em 0,26%
Foto do autor Redação Redação
Por: Redação Data da Publicação: 11 de Outubro de 2023FacebookTwitterInstagram
Fonte: José Cruz/Agência Brasil

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou em 0,26% no mês de setembro, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O IPCA é considerado a inflação oficial do país.

O índice de setembro foi 0,03 ponto percentual maior que o de agosto, que ficou em 0,23%. O IPCA acumula 3,50% nos nove meses de 2023 e 5,19% no acumulado dos últimos 12 meses.

Seis dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados registraram alta em setembro. O maior impacto positivo (0,29 p.p.) e a maior variação (1,40%) vieram de Transportes, seguido por Habitação (0,47% e 0,07 p.p.).

Entre as quedas, destaque para o grupo de Alimentação e bebidas, que registrou queda pelo quarto mês consecutivo (-0,71% e -0,15 p.p.). Os demais grupos oscilaram entre o -0,58 de Artigos de residência e o 0,45% de Despesas pessoais.

O setor de alimentos registrou queda pelo terceiro mês seguido. A alimentação em domicílio marcou recuo de 1,02%.

Já a gasolina aumentou em 2,80% e teve o maior impacto no aumento, 0,14 p.p. O setor de combustível como um todo registrou elevação de 2,70%. Destaque negativo para o óleo diesel (10,11%) e do gás veicular (0,66%). O etanol foi o único que registrou queda (0,62%).

Na Habitação (0,47%), a maior contribuição (0,04 p.p.) foi da energia elétrica residencial (0,99%), por conta de reajustes em São Luís (MA), Belém (PA) e Vitória (ES). Alta também na taxa de água e esgoto (0,02%). Já o gás encanado (-0,10%) registrou queda, inclusive no Rio de Janeiro, com uma redução média de 1,70%.

 

Relacionadas