Imagem Principal
Imagem
Governo lança ferramenta que facilita a doação de órgãos
Ferramenta eletrônica disponível por aplicativo ou em navegadores deve estimular adesão de novos doadores
Governo lança ferramenta que facilita a doação de órgãos
Foto do autor Redação Redação
Por: Redação Data da Publicação: 01 de julho de 2024FacebookTwitterInstagram
Foto: Divulgação

Terceiro lugar no ranking nacional em número de doadores de órgãos, o estado do Rio de Janeiro já registrou mais de 500 adesões à Autorização Eletrônica de Doação de Órgãos (Aedo), implantada em abril. 

A nova ferramenta eletrônica integra uma campanha em parceria com os cartórios e o Ministério da Saúde. Ela possibilita tornar mais transparente o desejo do paciente de deixar os órgãos para doação, por meio de uma declaração emitida em cartório. Com uma média de mais de dez solicitações por dia no estado, a solução deve estimular a adesão de novos doadores.

“A iniciativa possibilita termos um cadastro positivo, que pode representar uma mudança na autorização e no consentimento. Ao invés de perguntar se a doação está autorizada, vamos perguntar se não está autorizada. Isso tem um aspecto comportamental que pode estimular a doação de órgãos”, disse o médico Alexandre Cauduro, coordenador do RJ Transplantes.

Foto: Divulgação/ Agência Brasil

O procedimento visa tornar mais transparente o desejo do paciente, auxiliando as famílias na tomada de decisão. A emissão do Aedo permitirá ao Sistema Nacional de Transplantes acessar a autorização, que poderá ser apresentada à família, confirmando o desejo do(a) doador(a). No entanto, de acordo com a legislação brasileira, a permissão para doação em casos de morte encefálica depende da família do paciente.

Para realizar a Aedo, o interessado preenche um formulário diretamente no site www.aedo.org.br  , sendo direcionado ao cartório de notas selecionado. O registro é gratuito e está disponível também pelo aplicativo e-Notariado.

Veja como fazer o registro

Para solicitar a emissão da AEDO, o interessado poderá acessar o sistema pelo navegador (www.aedo.org.br) ou pelo app e-Notariado, que pode ser baixado nos seguintes endereços

Android - https://play.google.com/store/apps/details?id=br.org.enotariado.app

iPhone - https://apps.apple.com/br/app/e-notariado/id1435236119

Para fazer o cadastro, é necessário um certificado digital notarizado. Caso não possua um, é possível emiti-lo remotamente pelo link: https://www.e-notariado.org.br/customer/certificate-request. Depois, é só abrir o aplicativo, ou acessar a página, e clicar em “Ir para formulário” para começar.

Selecione seu certificado digital e clique em “Acessar”. Se estiver utilizando o certificado digital notarizado, autorize o acesso no seu celular, caso contrário, informe a chave de acesso do seu ICP-Brasil.

Relacionadas