Imagem Principal
Imagem
Governo Federal reconhece situação de emergência no Rio de Janeiro
Ministro Waldez Góes coordena as ações de socorro e resposta às fortes chuvas que atingem o estado desde sábado (13)
Governo Federal reconhece situação de emergência no Rio de Janeiro
Foto do autor Mauro Touguinhó Mauro Touguinhó
Por: Mauro Touguinhó Data da Publicação: 15 de janeiro de 2024FacebookTwitterInstagram
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A portaria com o reconhecimento foi publicada pelo Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), através da Defesa Civil Nacional, no Diário Oficial da União desta segunda-feira (15). Desde os primeiros registros de fortes chuvas, o ministro Waldez Góes, juntamente com a Defesa Civil Nacional, monitora as operações no estado.

"Estou em contato com o prefeito Eduardo Paes e coloquei nossa Defesa Civil Nacional à disposição para agirmos com rapidez. A população do Rio de Janeiro não ficará sem assistência. Trabalhamos durante todo o fim de semana para reconhecer sumariamente a situação de emergência e, assim, vamos poder seguir com o processo de liberação de recursos para as ações de defesa civil", afirmou o ministro.

O estado foi atingido por fortes chuvas desde sábado (13) e 12 mortes já foram registradas no Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense: três na capital, três em Nova Iguaçu, três em São João de Meriti, duas em Duque de Caxias e uma em Belford Roxo.

O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Wolnei Wolff, desembarca no Rio de Janeiro ainda nesta segunda para coordenar as ações de resposta. 

 

Vinicius Loures / Câmara dos Deputados

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), cerca de 268 ocorrências relacionadas às chuvas foram atendidas em todo o território fluminense. Desse total, 118 delas foram no Rio de Janeiro, 79 em Belford Roxo, 45 em Nova Iguaçu, 11 em Mesquita, 7 em Nilópolis, 4 em São João de Meriti, 2 em Seropédica, 2 em Duque de Caxias.

Os agentes da Defesa Civil Estadual estão em contato permanente com as prefeituras, prontos para dar suporte caso as ocorrências extrapolem a capacidade de resposta da gestão municipal.

O Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ) está acompanhando as condições meteorológicas e os níveis pluviométricos em todo o território fluminense, enviando alertas para os municípios quando necessário.

Relacionadas