Imagem Principal
Imagem
Demolições da prefeitura causam 400 milhões de prejuízo ao crime organizado
Nesta quinta, mais uma imóvel foi demolido na Muzema, área de narcomilícia
Demolições da prefeitura causam 400 milhões de prejuízo ao crime organizado
Foto do autor Pedro Menezes Pedro Menezes
Por: Pedro Menezes Data da Publicação: 19 de outubro de 2023FacebookTwitterInstagram
Foto: Reprodução/SEOP

A Prefeitura do Rio realizou nesta quinta-feira (19), a demolição de uma construção irregular na Estrada do Itanhangá, na Muzema, área que sofre forte influência da milícia

 O imóvel foi erguido sem nenhuma licença ou autorização da Prefeitura e as unidades do térreo seriam utilizadas como comércio.

De acordo com os engenheiros da Prefeitura, com a estrutura feita até o momento, os responsáveis iriam construir novos pavimentos do prédio.

A obra já havia sido notificada e embargada desde o início das fundações, porém, em total desrespeito à determinação de paralisação as construções foram, no entanto, aceleradas.

O responsável técnico da construção já possui passagens na delegacia por crime ambiental com resíduos sólidos e estelionato.

Com essa operação, a SEOP completa três mil demolições de construções irregulares desde 2021, sendo 70% delas em áreas com atuação do crime organizado.

A região mais afetada com as ações é a Zona Oeste, com 54,23% das demolições, e o bairro do Recreio dos Bandeirantes é o recordista de demolições, com 420. As ações causaram um prejuízo de mais de R$ 405 milhões aos cofres dos responsáveis.

Relacionadas