Imagem Principal
Imagem
CBF apresenta Dorival Júnior, novo técnico da Seleção masculina
Treinador estava no São Paulo e terá primeiro desafio oficial na Copa América
CBF apresenta Dorival Júnior, novo técnico da Seleção masculina
Luan Sanchez
Por: Luan Sanchez Data da Publicação: 11 de janeiro de 2024FacebookTwitterInstagram
Foto: Staff Images/CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apresentou Dorival Júnior, novo técnico da Seleção masculina, nesta quinta-feira (11), na sede da entidade, no Rio de Janeiro. Ele estava no São Paulo e substitui Fernando Diniz, do Fluminense, que comandou o Brasil, interinamente, no segundo semestre de 2023.

Dorival foi a solução definitiva do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, após o principal alvo dele, o italiano Carlo Ancelotti, renovar com o Real Madrid, no final do ano passado. A Seleção estava sem um treinador fixo, desde a eliminação para a Croácia, na Copa do Mundo de 2022, quando Tite deixou o cargo.

“Hoje, estou aqui, representando a seleção mais vencedora do planeta. A que inspirou muitas pessoas no mundo todo e que tem, por obrigação, voltar a fazer o mesmo. O futebol brasileiro é muito forte, se reinventa. O futebol brasileiro não pode viver um momento como este, que estamos passando. Talvez, nos sirva de lição, para que, rapidamente, absorvamos e possamos encontrar um novo caminho.

Nós aprendemos, com o futebol brasileiro, o caminho das vitórias e precisamos reencontrar esse momento. Estou aqui, buscando justamente fazer a minha primeira convocação: o torcedor brasileiro. Que ele passe a viver um pouco mais a seleção, que ele acredite um pouco mais na seleção”, destacou Dorival.

O novo comandante também ressaltou que os jogadores precisam voltar a ter gana em vestir a camisa canarinho, exaltando que esta foi uma lição importante passada por Zagallo, falecido na última sexta-feira (5).

Questionado sobre as críticas que recebe por fazer o “feijão com arroz” ao longo da carreira, Dorival disse que, se teve a oportunidade de sempre voltar a grandes clubes e conquistar títulos importantes, é porque o trabalho agradou e não foi por acaso.

O primeiro desafio oficial do técnico será a Copa América, em junho, nos Estados Unidos. Em março, porém, acontecem os amistosos contra Inglaterra e Espanha, na Europa.

Dorival também terá a missão de melhorar a colocação do Brasil nas Eliminatórias para o Mundial de 2026. Atualmente, a equipe está no sexto lugar, um acima da zona da repescagem, com sete pontos em seis jogos.

Relacionadas