Imagem Principal
Imagem
Após chuvas, Rio transborda em Duque de Caxias
Água avançou por cima das comportas; moradores pediam ajuda em cima de telhados
Após chuvas, Rio transborda em Duque de Caxias
Foto do autor Pedro Menezes Pedro Menezes
Por: Pedro Menezes Data da Publicação: 15 de janeiro de 2024FacebookTwitterInstagram
Foto: Charles Júnior/TV Globo/Reprodução

Moradores do bairro Amapá, em Duque de Caxias, caminhavam por ruas alagadas na manhã desta segunda-feira (15). Imagens mostraram pessoas até com o nível da água na altura do peito. Outras, estavam em cima do telhado.

O alagamento é mais um efeito das fortes chuvas, que ocasionaram na morte de 11 pessoas no Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense.

Porém, os moradores dessa região alagada afirmam que o local não estava com enchentes até a tarde de domingo. Quando então, a água do Rio Capivari transbordou, até tomar ruas e casas.

O o Instituto Estadual do Ambiente (INEA), afirmou que a água passou por cima das comportas, elemento crucial para a barragem do Rio.

"Dada a situação da cheia do Rio Iguaçu, as bombas do Canal do Outeiro não dão vazão suficiente da água, uma vez que a mesma é escoada para o mar, que também se encontra em nível alto", afirma a nota.

O governador em exercício do estado, Thiago Pampolha, em entrevista à TV Globo, afirmou que apenas duas das cinco bombas da Região Metropolitana que deveriam fazer a drenagem em caso de inundação funcionam.

“Essas bombas são muito antigas, elas foram inauguradas, salvo engano, em 2009 ou 2010, e elas todas estão em situações de muita fragilidade, elas são antigas, e nós estamos trabalhando apenas com 2 bombas.”

Pampolha ainda disse que o local sofre com a ocupação irregular.

"Ali é uma área de grande piscinão para fazer com que grande volume de água seja comportado e dê tempo para fazer o escoamento e a população sair. Esses piscinões foram ocupados. Moradores se instalaram ali. É preciso um controle habitacional e que moradores não construam em locais irregulares. Há necessidade de investimento do governo do estado. O governo federal se mostrou sensível em ajudar."

Testemunhas afirmam que bueiros também começaram a transbordar. Vale lembrar que o bairro fica na divisa com Belford Roxo, próximo da Represa do Garrão.

A Prefeitura de Duque de Caxias afirmou que não há registro de abertura de comportas de represas por parte da administração municipal.

 

Relacionadas