Imagem Principal
Imagem
Município aciona as sirenes e entra em estado de alerta máximo
Previsão é de céu nublado com chuva fraca a moderada isolada nos períodos da madrugada e da tarde; ruas ficaram alagadas nesta noite
Município aciona as sirenes e entra em estado de alerta máximo
Foto do autor Mauro Touguinhó Mauro Touguinhó
Por: Mauro Touguinhó Data da Publicação: 13 de janeiro de 2024FacebookTwitterInstagram
Reprodução

O município de Niterói entrou em estágio de alerta máximo, às 02h15min, devido aos elevados acumulados pluviométricos registrados nas últimas horas, com previsão de chuva moderada a forte nas próximas horas. Ruas de vários bairros ficaram completamente alagadas e, em algumas delas, os carros chegaram a flutuar. 

 

As sirenes de Jurujuba, Travessa Beltrão e morros do Preventório, do Cavalão e do Palácio, em Niterói, estão alertando a população para o risco de deslizamentos, neste início de madrugada de domingo (14). 

Mais cedo, elas foram acionadas nos morros do Estado, do Boa Vista e da Penha. 

O forte temporal que cai na cidade tomou as calçadas da Rua Doutor Sardinha com Professor Otacílio, em Santa Rosa. 

A água chega na metade dos veículos. Quando eles passam, as casas ficam inundadas, segundo moradores.

 

 

De acordo com o Centro de Monitoramento e Operações da Defesa Civil de Niterói, os possíveis impactos na cidade são: alagamentos, transbordo de rios, deslizamentos e quedas de árvores.

O órgão informou que o município segue em estágio de alerta devido a atuação de núcleos de chuva de intensidade forte a muito forte sobre Niterói. 

E que permanece no monitoramento, além de enviar informes conforme necessidade e atualizações. Em caso de emergência ligue 199 ou 2620-0199.

Ruas em Icaraí também ficaram completamente alagadas. Uma delas é a Roberto Silveira. A esquina com a avenida Almirante Ary Parreiras ficou intransitável.

Foto: Reprodução

 

O restaurante 7 Grill, localizado na  Av. Sete de Setembro, ficou inundado e a água quase cobre as cadeiras.

 

Foto: Reprodução

Um outro morador de Icaraí mostra preocupação com a chuva que começou no início da noite e posta vídeo com o alerta das sirenes.
 

 

São Gonçalo, Duque de Caxias e Rio

Em São Gonçalo, a Defesa Civil informou que houve o transbordo do Rio Alcântara em Parque São Sebastiao e Jardim Nova Republica. 

Há ainda a possibilidade de transbordo do Rio da Aldeia, em Ipiiba. Em caso de emergência, ligue 199.

Em Duque de Caxias, o trânsito parou desde a noite deste sábado (13), na Rodovia Washington Luiz, próximo ao Arco Metropolitano, devido a inundações em vários trechos causadas pela tempestade. 

As estações Campos Elísios e Jardim Primavera da Supervia foram fechadas durante a tarde e início da noite.

 

 

Em Nova Iguaçu, o Shopping da Pedreira ficou alagado e o trânsito  parado. Há registros de pessoas dentro do estabelecimento comercial esperando a tempestade acabar.

 

Um homem postou foto dormindo dentro do shopping depois de ficar 12 horas dentro dele com a namorada.

No Rio, o Centro de Operações da Prefeitura do Rio informou que o município entrou no ESTÁGIO 3 às 22h45 deste sábado (13), por conta do registro de chuva maior que 25mm/30min. 

Segundo o Sistema Alerta Rio, núcleos de chuva forte atuam de forma estacionária sobre a região de Anchieta. Nas demais regiões da cidade há registros de chuva fraca a moderada.

O Mercadinho do Acarí, em Fazenda Botafogo, ficou tomado pela água, que chega até metade de altura do estabelecimento.

 

Houve alagamento, segundo a Prefeitura do Rio, nos seguintes potos: 

- Rua Ender - Coelho Neto 
- Rua Orélia - Guadalupe
- Az de Ouro - Anchieta 
- Rua Piracaia - Marechal Hermes  
- Rua Guaiuba  - Acari  
- Rua Francisco de Menezes - Pavuna
- Rua Fausto e Castro  - Acari, altura da Escola Municipal Andrea Fontes Peixoto. 
 

Frente fria começa a se afastar neste domingo

A frente fria que passa pelo litoral do estado do Rio e forma uma área de baixa pressão atmosférica começa a se afastar neste domingo (14). 

A previsão para Niterói, de acordo com o Centro de Monitoramento e Operações da Defesa Civil, é de céu nublado com chuva fraca a moderada isolada nos períodos da madrugada e da tarde. As temperaturas estarão estáveis e os ventos serão fracos a moderados.

De acordo com o Instituto Nacional de meteorologia (INMET), o tempo vai ficar encoberto com pancadas esparsas de chuva, principalmente do início da madrugada até as 5h. 

A chance de chover nesse período vai de 69% para 35%. Após este horário, ela vai diminuir. Os ventos estarão fracos e a temperatura vai variar entre 24ºC e 26ºC.

Prevenção

A Defesa Civil de Niterói orienta que, em caso de estágio de Atenção, Alerta ou Alerta Máximo, a população evite transitar em áreas alagadas e próximas a córregos, canais e rios sujeitos a transbordamentos. 

Além disso, os moradores de áreas de risco devem ficar atentos para indícios de ameaças de deslizamentos e preparados para se deslocarem para locais seguros.

Já as pessoas que estiverem em locais seguros devem permanecer nestes locais até o aviso de chuva intensa cessar. 

Em casos de ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, evite ficar próximo a árvores, redes de distribuição de energia elétrica, toldos, tapumes ou em áreas descampadas.

Caso a sirene de sua localidade seja acionada, siga imediatamente para os pontos de apoio, residências de familiares ou amigos localizados em locais seguros.

Neste sábado (13.01), a Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro deu apoio logístico à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, no transporte de itens de ajuda humanitária ao município de Quatis.

Restante do estado

De acordo com o Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ), a previsão para as próximas horas é de pancadas de chuva moderada a forte em todo o estado. 

O órgão está está acompanhando as condições meteorológicas e os níveis pluviométricos em todo o território fluminense, enviando alertas para os municípios quando necessário.

O Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) informou que atenderam a cerca de 60 ocorrências relacionadas às chuvas nas últimas 24 horas, em todo o território fluminense, a maioria relacionada a salvamentos de pessoas e cortes de árvores. 

Os agentes da Defesa Civil Estadual estão em contato permanente com as Prefeituras, prontos para dar suporte caso as ocorrências extrapolem a capacidade de resposta da gestão municipal, o que ainda não aconteceu.

Relacionadas