Comércio do Estado teve queda de 50% na demanda

Os efeitos da pandemia do novo coronavírus já podem ser sentidos no comércio de bens, serviços e turismo no Estado do Rio de Janeiro. Segundo a Federação do Comércio do estado (Fecomércio RJ), os empresários do segmento já observaram uma queda de 50% na demanda, nos últimos sete dias.

A expectativa é que o impacto seja ainda maior nos próximos sete dias. Os empresários acreditam que a falta de demanda no setor deva atingir 70%. Aproximadamente 83% do empresariado fluminense esperam que terão problemas.

Se as restrições permanecerem por 30 dias e as expectativas negativas dos empresários se concretizem, estima-se uma perda de R$ 30 bilhões no mês, na economia do estado do Rio de Janeiro, avalia a federação.

A fabricação e a venda de produtos como o álcool gel e desinfetantes não precisam passar por autorização prévia da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A determinação consta em publicação no ‘Diário Oficial da União (DOU) de sexta-feira, feita pelo próprio órgão.

O objetivo é aumentar a oferta desses produtos no mercado. A medida, que terá validade de seis meses, deve ajudar no combate ao novo coronavírus (Covid-19).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *